-posts recentes

- Arte e Marketing Social

- Teatro Fórum Educação pel...

- Cultura, resistir ,dar a ...

- Vencer a Crise, 5 razoes ...

- Animar a Malta, é preciso

- I Congresso Regional de E...

- Espaço Público, factor de...

- Escolhas na Educação pela...

- O Processo na Educação pe...

- Móbil, Assuntos do Mar

- Casa Museu Frederico de F...

- A arte de Educar pela Art...

- Celebrar a Vizinhança no ...

- I Concurso Nacional "Melh...

- Tertúlia - Desafios da An...

- Teatro Comunitário-1º Enc...

- 1º Encontro de Teatro Com...

- Peça de Teatro - Grupo do...

- Carnaval Idosos

- Sopro de Vida,Do Sol à Te...

- Cultura Organizacional po...

- Ano Internacional da Astr...

- "Como ser uma familia fel...

- Ed.Arte no EPF-Estabeleci...

- Conhecer Animadores Profi...

-arquivos

- Julho 2012

- Fevereiro 2012

- Outubro 2011

- Maio 2011

- Abril 2011

- Setembro 2010

- Julho 2010

- Dezembro 2009

- Setembro 2009

- Agosto 2009

- Julho 2009

- Maio 2009

- Abril 2009

- Março 2009

- Novembro 2008

- Outubro 2008

- Setembro 2008

-Vertente Desenvolvimento Sócio-Comunitário

"O Processo"(Metodologia Interdisciplinar) na Educação pela Arte;Animação Sócio-Cultural (Rede Social)
Terça-feira, 19 de Maio de 2009

Tertúlia - Desafios da Animação - Forum FNAC-Madeira-18 Abril de 2009

Uma iniciativa de 3 jovens licenciadas, Animadoras Sócio-Culturais, Dr.ª Filipa Azevedo com Estágio Profissional (em curso) no Centro da Mãe , Drª Márcia Pereira com Estágio Profissional (concluído) no Centro Cultural e Desportivo Luís de Camões – IPSS, Drª Marta Sá com Estágio Profissional(concluído) no Centro Cultural e Desportivo de São José – IPSS.

A Tertúlia teve como objectivo a reflexão e debate de ideias sobre “Desafios da Animação” na sequência dos trabalhos relativos aos respectivos Estágios Profissionais.

 

 

 

A Abertura da Tertúlia, em ambiente informal, foi efectuada pela Drª Rubina Leal – Vereadora de Acção Social da Câmara Municipal do Funchal, pela experiência pessoal na acção social/centros comunitários.Drª Rubina Leal abordou no seu discurso aspectos históricos da Animação Sócio-Cultural associado à relevância da “Ocupação dos Tempos Livres” na Qualidade de Vida e o Papel do Animador nesse propósito.

 

 

 Apresentação dos Trabalhos

A Drª Filipa Azevedo apresentou indicadores da actividade do Centro da Mãe, em articulação ao seu desempenho de Animadora Sócio-Cultural, considerando que o Estágio Profissional está ainda em curso.

A Drª Márcia Pereira apresentou um projecto da “Educação pela Arte na Inclusão Social” sustentado na estratégia de intervenção sócio-comunitária do Centro Luís de Camões- IPSS- Centro Comunitário Jardins dos Ilhéus.

A Drª Marta Sá fez uma apresentação de projectos elaborados quer na fase de estudante quer, de forma mais acentuada, a Peça de Teatro apresentada no 1º Encontro de Teatro Comunitário , no âmbito do Estágio Profissional no Centro de São José – IPSS.

 

Comentário sobre os trabalhos apresentados

Foi efectuado pelo Dr. Albino Viveiros , Presidente da APDASC-Associação Portuguesa para o Desenvolvimento da Animação Sócio-Cultural- Delegação da RAMadeira , que centrou o discurso na temática do “Teatro Comunitário” e a articulação com a Inclusão Social, e nesse propósito, o contributo do Animador Sócio-Cultural.

 

 Reflexão e Debate 

Estiveram presentes na Tertúlia, a Direcção e Pessoas ligadas aos Centros Sociais envolvidos, assim como público afecto à FNAC.

Da Reflexão e Debate referem-se os seguintes aspectos;

. a importância do “Teatro Comunitário” no processo de mudança de comportamentos sociais, confronto com experiência de palco,a exposição perante o público,a preparação de textos e encenação de aspectos da vida quotidiana/problemáticas sócias

. os contextos informais e formais na animação sócio–cultural e a componente programática adequada aos valores em causa.

. o contributo dos animadores sócio-culturais nos centros sociais, no entanto diferenciando a função do animador sócio cultural do “animador social”.

. contudo, a afirmação profissional dos animadores sócio-cultural, assim como outros profissionais nos centros sociais requer complemento voluntário necessário, face aos objectivos.

. a educação pela arte (projecto de dimensão internacional) na inclusão social deverá ser sustentado em estrutura orgânica interdisciplinar.

. subentende-se nesta estrutura orgânica a articulação com a educação emocional, desporto para todos(expressão corporal) e aprendizagem ao longo da vida .

. pressupõe como segmentos-alvo a)- a abordagem  cultural de temas de inclusão social, b)- relações laborais e aprendizagem ao longo da vida, c)- oferta complementar para o turismo na base de qualidade dos projectos, d)- sustentabilidade de redes de serviços de animação sócio cultural/desenvolvimento local.

. Redes Sociais/Parcerias,  aposta emergente  (Rede de Centros Comunitários e Rede de Centros de Convívio) para tirar proveito de sinergias  com outras áreas sociais.

 

 

Votos deste Blog

Congratulação pela Iniciativa das Jovens Animadoras e desejo de Felicidades na Vida Profissional/Pessoal. Agradecimento às Entidades que se disponibilizaram e/ou participaram na apresentação desta temática com interesse na Inclusão Social.

 

publicado por Renato Costa às 11:18
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De carlos costa a 23 de Junho de 2009 às 10:02
Bom dia,

A Direcção Nacional da APDASC convida a participar no I CONCURSO NACIONAL "MELHOR BLOG DE
ANIMAÇÃO SOCIOCULTURAL 2009".

Todas as informações podem ser encontradas no blog oficial do concurso em http://melhorblogasc2009.blogspot.com/.

Carlos Costa

Comentar post

-mais sobre mim

-pesquisar

 

-Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

-mais sobre mim

blogs SAPO

-subscrever feeds